Unidade de Hospitalização Domiciliária do CHTV assinala 2 anos

 

Em apenas dois anos de funcionamento, a Unidade de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar Tondela-Viseu já avaliou mais de 560 doentes para internamento domiciliário e internou aproximadamente 500.

O grau de aceitação e satisfação global por parte dos doentes e cuidadores tem sido positivo, ultrapassando os 98%.

A Unidade de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar Tondela-Viseu foi criada a 15 de abril de 2019, nestes dois anos percorreu quase 115 mil quilómetros e retirou ao modelo convencional de internamento mais de 4 mil dias. Iniciou com uma dotação de 6 camas e presentemente conta com 15 camas de internamento domiciliário.

Em termos de custos, este modelo de internamento representa uma poupança de 25% a 30% por doente, em relação ao internamento convencional.

Estes indicadores reforçam a excelência do trabalho realizado e a importância no contexto atual e de futuro na saúde em Portugal, fazendo com que este modelo não seja encarado apenas como uma alternativa ao internamento convencional, mas como a melhor alternativa para iniciar ou manter cuidados de nível hospitalar aos doentes elegíveis.

É garantida a assistência contínua de cuidados médicos e de enfermagem no domicílio do doente, apresentando claras vantagens no que diz respeito à redução de complicações inerentes aos internamentos convencionais nos hospitais, permitindo ainda uma melhor gestão das vagas hospitalares para o tratamento dos doentes agudos no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

 

 

Partilhar: